Página inicial !
PRINCIPAL
O CLUBE
NOTÍCIAS
EVENTOS
GALERIA DE FOTOS
 
Conheça um pouco do Ginástico
   
  Belo Horizonte, meados da década de 40. Sedenta pelo esporte, uma turma dividia seu tempo entre o futebol e o basquete. Éramos integrantes do BH Futebol Clube, time do bairro Funcionários. Untitled Document

A reunião da turma era sempre na loja do Jorge Turco, um armarinho na esquina das ruas Alagoas e Santa Rita Durão. A conversa, no entanto, não era sobre futebol e sim sobre basquete, pois a maioria jogava nas divisões do América (infantil, infanto-juvenil e juvenil).

Dinho, Helvécio, Aníbal, Guati, Guguta, João Henrique, Paulo Eduardo, Alberto Sternickintegravam, o grupo do basquete.

Carlos Alexandre e Duílio jogavam apenas futebol. Havia ainda a turma que não praticava esporte: Gerardo, Juquita, Herbert, Zé Camargos. Todos fiéis escudeiros e assíduos da loja do Jorge Turco.

Por ali, permaneciam até as 22h,quando então seguiam para o Bar Liberdade, na Praça da Liberdade, mais conhecido como Bar do Izidro, em alusão ao seu proprietário, Izidro de Paiva Monteiro.

E foi justamente ali, entre um gole e outro de cerveja, que surgiu a ideia de se montar um time de Basquete. O América era uma potência nesse esporte e a maioria,que estava em idade de ser promovido ao adulto, não via muitas chances de jogar na equipe principal. Seria o fim do Basquete para eles.

O assunto passou a ser prioridade em todos os encontros – noite após noite. A ideia comum era procurar outro clube, como o Minas, ou o Atlético, que era o time do coração da maioria.

“Por que não fazer nosso time?”. A pergunta gerou silêncio e troca de olhares. De pronto, foi aceita.Ninguém contestou.

Aproxima-se o dia 1° de Maio de 1946. O feriado era ideal para reunir todos os membros da turma.

O local escolhido, a casa de Juquita (José Godoy da Matta Machado), na rua Santa Rita Durão, 1215.

Ninguém faltou e estava fundado o Esporte Clube Ginástico, declarando-se fundadores todos os presentes.

Sem recursos, sem sede, o Ginástico não tinha como instalar sua secretaria e departamento administrativo. Os recursos não existiam. O estatuto tinha sido redigido com a colaboração de um advogado que nada queria receber, Aquiles Corrêa Rabelo,que se encantou com a causa.

A maneira para contornar a situação foi o revezamento. As casas dos fundadores, abnegados ou empréstimo de salas acabaram sendo a solução.

A primeira sede teve lugar no Edifício Parc Royal,na Rua da Bahia, 913 – Centro,um prédio tradicional em Belo Horizonte.

Pouco depois, o espaço teve de ser devolvido e o Esporte Clube Ginástico mudou-se para o oitavo andar do Edifício Acaiaca, na Avenida Afonso Pena, 867. Mas não existia quadra. O jeito era pedir uma emprestada. A do DI, da Polícia Militar (Prado), foi a primeira.

Lá, o Ginástico mandou seus primeiros jogos. Em seguida,o clube mudaria sua sede de jogos para a recém construída quadra do Colégio Estadual Barro Preto, na Avenida Augusto de Lima, onde hoje está o Forum Lafayete, Edifício Milton Campos.

O clube começa a se consolidar e isso se deve ao esforço pessoal de Luiz Carlos Lessa Brandão, José Flávio Lessa Brandão, Fernando Malta, Edison, Paulo Henrique, Fernando, Leonardo, Flávio, Nelsinho, Breno Malta, Gastão, Alexandre, Ubaldo, Domício, Ladeira, Fernando Guerra, Barbi, Cláudio Andrade, Francisco Américo de Paiva e Luciano Müller.

A formação da primeira diretoria foi difícil para o novo clube, porque todos os fundadores eram menores. Não era permitido por lei que estes fizessem parte ou assinassem documentos emnome de empresas, entidades sociais ou outras quaisquer.

A solução, depois de horas de discussão, foi formar uma diretoria com os pais e irmãos mais velhos dos fundadores.

Nem todos toparam. Vieram então os amigos e estava assim formada a primeira diretoria.

   
  < voltar
   
 
 
Esporte Clube Ginástico
Sede: Av. Afonso Pena, 3328 / CT: R. José Rodrigues Pereira, 411
Belo Horizonte - MG - CEP: 30130-000
Tel.: (31) 3221-8044 / 3309-8044
Desenvolvimento e Administração: Guia das Vertentes!