Que jogo! Allianz/Ginástico e Vivo/Franca protagonizaram uma partida fantástica, pois se tratava de um duelo direto, de suma importância para classificação aos playoffs. Melhor para os mineiros, que saíram vencedores, pelo placar de 77 a 71.

Os principais nomes do 13º e crucial triunfo do time de Belo Horizonte foram o ala/pivô Rafael, cestinha do jogo com 21 pontos, o ala/armador Daniel, com 12, e o armador Carioca, que beirou um duplo-duplo ao anotar 12 pontos e nove assistências. Pelo lado dos francanos, o destaque ficou por conta do pivô João Pedro, autor de 17 pontos.

“O jogo foi muito duro. A equipe de Franca é muito forte, mesmo com os desfalques que está tendo. A gente sabe que ainda não fizemos nada. Apenas demos um grande passo para a  nossa classificação. Franca era um adversário que estava brigando diretamente com a gente. Mas essa euforia dura só até a meia noite. Amanhã já temos um jogo difícil contra o Círculo Militar. Precisamos ganhar mais três jogos, mas é um jogo de cada vez. Estamos muito focados, pois todos os jogos serão muito difíceis”, declarou o treinador do Ginástico, Jefferson Teixeira.

A LDB (Liga de Desenvolvimento de Basquete) é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB) em parceria com o Ministério do Esporte e tem a chancela da Confederação Brasileira de Basquete (CBB).

A vitória contra os francanos foi de suma importância para o Ginástico (Orlando Bento/Divulgação)

Como se tratava de um confronto direto pela classificação, já era de se esperar um duelo eletrizante. Primeiro, Franca começou abrindo seis pontos de diferença (11 a 5), que durou muito pouco, pois o Ginástico tratou de virar o jogo, sem perder tempo algum. Porém, quem terminou o primeiro quarto em vantagem foram os francanos, que retomaram a liderança do placar e encerraram a etapa inicial na frente, por 16 a 12.

A história da partida mudou completamente no segundo quarto. De forma arrasadora, os mineiros não só tomaram a ponta do placar, como conseguiram abrir 12 pontos de frente, através de um espetacular 16 a 4 nos primeiros cinco minutos (32 a 20). A forte defesa do clube de Belo Horizonte sufocou os francanos, que nos momentos finais, conseguiram reduzir um pouco a vantagem mineira e foram para os vestiários perdendo por oito pontos (35 a 27).

O jogo continuou muito parelho no terceiro período. A vantagem em favor do time de Minas Gerais chegou a ser de nove pontos (41 a 32). Atrás no placar, Franca começou a pegar forte na defesa e aproveitar bem os contra-ataques. Desta maneira, a equipe do interior paulista chegou a fazer 22 a 8 no terceiro período, virou o jogo e abriu seis tentos de frente (49 a 43). Principal jogador do Ginástico, o armador Carioca começou a assumir a responsabilidade e, com seis pontos seguidos e empatou o duelo (51 a 51). Com um lance livre de Eduardo Marques, Franca foi para a etapa final na frente por 52 a 51.

O ala/pivô Rafael foi decisivo nos momentos finais (Orlando Bento/Divulgação)

O último quarto da partida foi eletrizante. Os francanos chegaram a colocar cinco pontos de frente (57 a 52), mas desta vez, foi a vez do Ginástico reagir de forma impressionante. Defendendo forte e agressivamente, os mineiros retomaram a liderança do placar (62 a 61). A partir daí, o confronto ficou ‘lá e cá’.

Até os minutos finais, Franca conseguiu empatar o confronto e teve a chance de passar à frente (69 a 69). Porém, não aproveitou seu ataque e, com um minuto para o fim, o ala/pivô Rafael, do Ginástico, converteu uma bandeja seguida de falta, que deixou os mineiros na frente por dois pontos (71 a 69). O jogador não teve sucesso no lance livre, mas, sua equipe tratou de pegar o rebote ofensivo e gastar mais 24 segundos. No estouro do cronômetro e completamente marcado, o ala Luizinho acertou um arremesso de dois pontos, que praticamente liquidou a fatura (73 a 69).

Os francanos até tentaram mudar o cenário do duelo, fazendo faltas e torcendo pelo erros dos seus adversários. Sem sucesso. Os atletas do Ginástico foram perfeitos nos lances livres e garantiram este importantíssimo triunfo.